pets, pet supplies
pets, pet supplies

          Inicio         Casos clinicos         Cães       Gatos         Prevenir        Emergências Médicas             Saúde              Contactos            Horário 

pets, pet supplies
 

 

pets, pet supplies

Oftalmologia- Definição e conceitos

pets, pet supplies
pets, pet supplies
 

Os problemas de visão dos animais em geral exacerbam-se com a idade. O surgimento de cataratas e outras situações é acompanhado em Oftalmologia. Problemas causados por cortes provocados por objectos cortantes, dentadas e unhadas são uma constante na Oftalmologia veterinária. A cirurgia correctiva das pálpebras em algumas raças mais propensas a estes problemas é efectuada de forma rotineira. A evolução das ciências veterinárias  tem ajudado muito a saúde dos nossos amigos animais. A maior parte dos problemas decorrentes da idade podem ser detectados a tempo através de acompanhamento regular dos animais no seu médico veterinário assistente..

 

Actualmente, a Oftalmologia constitui um importante ramo da Medicina Veterinária, sendo comum e frequente, a ocorrência de afecções oculares nas espécies domésticas.
          Iremos referir Glaucomas e Cataratas
Glaucoma
 
O glaucoma é caracterizado por um aumento na pressão intra-ocular, decorrente de má formação ou obstrução do ângulo de drenagem; bloqueio pupilar   e luxação ou sub-luxação do cristalino. Estes factores acarretam a não eliminação do humor aquoso (substância que preenche as câmaras oculares) e consequente aumento da  pressão intra-ocular.

Pode, ainda, dividir-se em congénito, primário e secundário.

A doença manifesta-se por sinais clínicos como edema de córnea, congestão de vasos oculares, midríase (dilatação da pupila), aumento da PIO e do globo ocular e dor .

A terapia visa diminuir a produção do humor aquoso ou aumentar sua drenagem, podendo ser clínica ou cirúrgica, não obstante a segunda opção não apresentar bons resultados. O prognóstico do glaucoma em animais é bastante reservado, sendo o tratamento raramente curativo e nem sempre eficaz.
 

Cataratas  

O que é uma catarata?

Uma catarata é uma opacidade no cristalino. Pode ser muito pequena e não afectar a visão ou pode envolver toda o cristalino e causar cegueira.

A catarata pode ser classificada de acordo com sua etiologia, localização e estágio de maturação, bem como com a idade do paciente.

A maioria das cataratas, em cães, possui carácter hereditário e manifestação bilateral. Em gatos, o processo geralmente é secundário à outras oftalmopatias, como as uveítes, por exemplo. A catarata pode ser desencadeada por doenças como o diabetes e as uveítes, pelo contacto com substâncias tóxicas e pela presença de tumores intra-oculares.

Relativamente à idade do paciente, a catarata pode ser classificada em congénita, juvenil, adulta ou senil. A congénita está presente por ocasião do nascimento . A juvenil ocorre em animais com menos de dois anos. A catarata dos adultos surge em cães com dois a seis anos.. As cataratas senis desenvolvem-se em pacientes com idade avançada e são extremamente frequentes nos cães.

 

A maioria das cataratas são herdadas.Todos os animais, incluindo aves, répteis e peixes podem desenvolver cataratas.

O único tratamento das cataratas é a remoção cirúrgica.

 

A remoção da catarata é um procedimento cirúrgico muito delicado, podendo haver alguma variação nos procedimentos  de clincia para clinica consoante tecnica utilizada. Um exame oftalmológico completo é indispensável de modo a se determinar se o paciente é um bom candidato à cirurgia. Também é importante a realização de um electroretinograma para testar a função da retina. Há que testar também o estado geral de saúde do paciente através da realização de análises de sangue, para verificar a funcionalidade dos órgãos internos, e um electrocardiograma. A administração de medicação deve ser iniciada alguns dias antes da cirurgia.

A técnica cirúrgica de eleição é a facoemulsificação que   consiste na utilização de vibrações por ultra-sons para liquefazer a catarata que é então aspirada do olho através de uma incisão mínima.

Após a cirurgia, o paciente é enviado para casa sob observação O sucesso da cirurgia é dependente do tratamento pós-cirúrgico.

 

Para que a cirurgia da catarata seja bem sucedida, o resto do olho, excepto a lente, tem de estar saudável. Por vezes, a lente está tão opacificada, que não permite o exame directo da retina. O electroretinograma (ERG) é um teste electrónico que permite testar a função da retina. Deve ser realizado antes da cirurgia e se o ERG é normal, a cirurgia é recomendada.

 

 

pets, pet supplies
 
pets, pet supplies